Síndrome das Pernas Inquietas

segunda-feira, 19 de agosto de 2013 | 15:49 | Por 4 comentários
A Síndrome das pernas inquietas, caracterizada por Dalgalarrondo (2011), pela necessidade irresistível de mover as pernas (acatisia) acompanhada pela sensação de desconforto “dentro” delas (pode também acometer os braços e todo o corpo). Podem ocorrer sensações parestésicas (formigamentos, sensação de peso ou de pinicar, etc.) nas pernas, entre o tornozelo e o joelho. Esse desconforto se intensifica com o repouso e melhora com o movimento. A sensação é pior à noite, prejudicando seriamente o sono. Ocorre em 5 a 15% da população adulta, aumentando com a idade.

Efeitos da síndrome das pernas inquietas
A Síndrome das pernas inquietas pode tornar difícil o ato de adormecer e de se manter a dormir. As pessoas com este síndrome não têm um duração de sono suficiente e podem sentir-se cansadas e sonolentas durante o dia, o que tornar difícil a concentração, trabalho, estudo, e atividades sociais e quotidianas. Não ter um sono suficiente também pode fazer com que a pessoas se sintam deprimidas ou com mau humor.

Tipos de síndrome das pernas inquietas
Há dois tipos de síndrome das pernas inquietas:

*Síndrome das pernas inquietas primária.
Esse é o tipo mais comum, também chamado de síndrome das pernas inquietas idiopática. A síndrome das pernas inquietas primária, uma vez que aparece, geralmente torna-se uma condição para toda a vida. Com o passar do tempo os sintomas tendem a piorar e ocorrem mais frequentemente, especialmente se a síndrome das pernas inquietas primária começar quando a pessoa é jovem. Em casos leves, pode haver grandes períodos sem sintomas, ou os sintomas podem durar um tempo limitado.
Causas da síndrome das pernas inquietas primária
Nos casos desta síndrome primária a causa não pode ser encontrada. Porém, é sabido que a síndrome das pernas inquietas primária tende a acontecer em membros da mesma família, o que sugere que há um componente genético na probabilidade de sofrer desta condição.

*Síndrome das pernas inquietas secundária.
Esse tipo é causado por outra doença ou condição médica, e algumas vezes por certos medicamentos. Os sintomas geralmente desaparecem quando a pessoa fica boa ou melhor da doença ou condição médica, ou quando para de tomar o medicamento que causou a síndrome.
Causas da síndrome das pernas inquietas secundária
A síndrome das pernas inquietas secundária é causada por certos medicamentos ou por outra doença ou condição médica. Algumas doenças e condições médicas que podem causar a síndrome das pernas inquietas secundária são:
  • Deficiência de ferro, com ou sem anemia
  • Falha nos rins
  • Diabetes
  • Doença de Parkinson
  • Danos ao nível dos nervos das mãos ou pés
  • Artrite reumatoide
  • Gravidez
A síndrome das pernas inquietas secundária é comum em mulheres grávidas, ocorrendo nos últimos 3 meses de gravidez e geralmente melhorando ou desaparecendo em algumas semanas depois do parto. Porém, algumas mulheres podem continuar a ter os sintomas depois do parto ou desenvolver Síndrome das pernas inquietas de novo mais tarde.

Tratamento da síndrome das pernas inquietas
O tratamento da síndrome das pernas inquietas visa aliviar os sintomas, melhorar a qualidade do sono e tratar ou corrigir a condição que pode estar causando a síndrome. Os tipos de tratamento incluem mudanças de hábitos e/ou medicamentos.

As mudanças de hábitos que podem aliviar os sintomas da síndrome das pernas inquietas são:
  • Evitar álcool, cafeína, fumo e alguns medicamentos (certos antidepressivos, remédios contra as náuseas, antipsicóticos e anti-histamínicos)
  • Adotar bons hábitos de sono: manter o quarto sossegado, escuro e confortável; usar o quarto para dormir e não para ver TV, usar computador e outras atividades; ir dormir e acordar nos mesmos horários...
  • Seguir um programa de exercícios físicos moderados
Fontes:
DALGALARRONDO, Paulo . Psicopatologia e Semiologia dos Transtornos Mentais, 2ª edição. ArtMed, 2011. 
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

4 comentários:

  1. minhas pernas ficam inquietas quando fico ansiosa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A minha mãe experimentou e parece que ajuda... http://www.baudasideias.net/saudebeleza/coloque-barra-sabao-do-lencol-for-dormir/

      Excluir
  2. Minhas pernas ficam assim mas não consegui ainda descobrir o que causa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito interessante, a minha mãe experimentou e parece que ajuda... http://www.baudasideias.net/saudebeleza/coloque-barra-sabao-do-lencol-for-dormir/

      Excluir