Transtorno Dissociativo de Personalidade - "Dupla Personalidade"

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013 | 13:42 | Por 57 comentários
O termo “Dissociative Identity Disorder”, que se traduz aqui por “Transtorno Dissociativo de Identidade”, é um transtorno psíquico em que os indivíduos que dele sofrem apresentam aquilo que se costuma designar por personalidades múltiplas. Estas pessoas apresentam em contextos específicos estados de personalidade distintos, os quais assumem completamente o controle da situação. Pessoas que sofrem de Distúrbios Dissociativos "escapam" da realidade de modo involuntário e pouco saudável, perdendo a memória ou achando que são outra pessoa. Estes distúrbios costumam surgir como resposta a certos traumas, ansiedades ou lembranças muito dolorosas.

Estas entidades já foram muitas vezes chamadas de “dupla personalidade”, embora o termo não reflita exatamente a definição comum da palavra como o total do nosso aspecto psicológico. Uma das razões para a decisão da comunidade psiquiátrica para mudar o nome do transtorno de múltipla personalidade para transtorno dissociativo de identidade é que “múltiplas personalidades” é um termo que transmite uma visão um pouco enganadora.

Este tipo de psicopatologia, diz respeito à dissociação da mente humana, resultando daí, o surgimento de novas identidades, ou de estados de personalidade, dentro de uma só mente. Cada qual com sua própria forma independente de se relacionar, de se perceber, de pensar e de lembrar sobre si mesma e de sua vida, com sua própria personalidade, princípios e valores distintos entre si.

Se duas ou mais destas entidades assumem o controle do comportamento da pessoa em um determinado momento, um diagnóstico de transtorno dissociativo de identidade pode ser feito.

Outros termos freqüentemente utilizados por terapeutas e psiquiatras para descrever essas entidades são as seguintes: “personalidade suplente”, “alters”, “parte subliminar”, “estados de consciência alterados”, “ego afirmativo,” e “identidade superior ou inferior”. É importante manter em mente que, embora estes estados suplentes possam coexistir, eles parecem ser muito diferentes entre si, porém todas estas manifestações estão inseridas numa mesma pessoa que sofre desse transtorno.

Acredita-se que cerca de 7% da população mundial experimentam um episódio de Distúrbio Dissociativo durante sua vida. Da mesma forma que outros transtornos dissociativos, o transtorno dissociativo de identidade ou a dupla personalidade pode trazer prejuízos graves ou incapacitação de funções cognitivas e perceptivas para a pessoa.

No entanto, algumas pessoas com Transtornos Dissociativos e com dupla personalidade conseguem relações sociais consistentes e até mesmo empregos altamente com alta responsabilidade, contribuindo para a sociedade em uma variedade de profissões, como por exemplo, nas artes, no serviço público, empresas, etc. Essas pessoas conseguem manter e assegurar seus contatos sociais parecendo a funcionar normalmente, interagindo com colegas, vizinhos e outras pessoas.

Existe a incapacidade de recordar informações pessoais importantes, cuja extensão é demasiadamente abrangente para ser explicada pelo esquecimento normal. A perturbação não se deve aos efeitos fisiológicos diretos de uma substância ou de uma doença orgânica ou psíquica específica. Está mais vezes associada à síndrome de stress pós-traumático e está profundamente ligado ao emocional.

São traumas psíquicos frequentemente adquiridos na infância, e que ficam numa espécie de congelador cerebral devido a um stress de tal ordem insuportável que a criança não o consegue explicitar, após esse choque emocional, e por não conseguir lidar com tal situação, mais tarde na idade adulta, reaparece sob uma forma de dissociação de consciência, ele tende a se proteger do mesmo, criando, a partir do trauma, novas identidades, denominadas álteres-ego, para que, a estas, caibam a sustentação de todo peso emocional. É um mecanismo de defesa por meio do qual a pessoa tenta resolver os problemas que haviam ficado suspensos criando personalidades alternativas, e que na infância se é incapaz de fazer.

Cada estado de personalidade pode ser vivenciado como se possuísse uma história pessoal distinta, auto-imagem e identidades próprias, inclusive um nome diferente. Em geral existe uma identidade primária, portadora do nome correto do indivíduo, a qual é passiva, dependente, culpada e depressiva.

Quase todos (97 a 98%) os adultos com distúrbio dissociativo da identidade relatam ter sofrido algum tipo de abuso durante a infância. Isso pode ser documentado para 85% dos adultos e 95% das crianças e adolescentes com distúrbio dissociativo da identidade.

Entretanto, ocorrendo a existência de várias identidades, outras situações contribuem para o trauma. Dificuldades e frustrações de qualquer monta, tornam-se insuportáveis, pois o portador deste tipo de distúrbio é psicologicamente vulnerável, sendo, portanto, passível da criação de quantas personalidades se fizerem necessárias.

Ás vezes em uma única mente existem centenas de outros "eus", tendo cada um deles sua história, sentimentos e comportamentos específicos. Não raro, chegam a ter outra cultura e até mesmo terem sotaques estrangeiros, como também alguns podem ser religiosos e outros totalmente avessos aos costumes e a moral predominante.

O indivíduo portador deste distúrbio, dificilmente tem controle sobre seu outro " eu", pois a personalidade dominante, que é o ego, não tem conhecimento das demais. Sucede disso o obstáculo de ter ele, uma vida regular, haja vista, que, por cada outro "eu" possuir seu próprio estilo de vida, com gostos e preferências, não aceita consequentemente, o estilo do outro. Por exemplo, no caso de um indivíduo múltiplo amar gatos, pode ocorrer de uma das personalidades os odiar, a partir daí passando a ocorrer fatos, os quais não consegue entender, como no caso de se recolher para dormir e deixar os animais dentro de casa, não havendo possibilidade de saírem, e ao acordar não mais os encontrar. A partir de fatos como este, é capaz de desenvolver outros distúrbios, como mania de perseguição, fobias, entre tantas outras.

Os indivíduos com distúrbio dissociativo da identidade freqüentemente são alertados sobre coisas que fizeram, mas não conseguem se lembrar de tê-las realizado. Outras pessoas também podem comentar sobre mudanças de comportamento de que eles não se lembram. Eles podem descobrir objetos, produtos ou papéis escritos que não conseguem explicar e nem reconhecer.

No período em que um outro "eu" assume o controle, as demais identidades, ficam em estado de amnésia parcial, não tendo, portanto, conhecimento das ações praticadas pelas outras, sendo assim, freqüente a existência de uma personalidade que envolve-se em drogas ou até mesmo com coisas muito mais graves, tais como agressões, furtos, roubos e assassinatos. Em suma, são personalidades totalmente distintas e independentes, mas que fazem parte da mente de um só indivíduo.

O trabalho psicoterapêutico normalmente encontra na história pregressa de situações de perda ou abuso sexual na infância. Como alguns casos foram abusados inclusivamente pelos seus cuidadores (pais/pessoas mais velhas), não é raro, por isso, serem muito desconfiados do pessoal cuidador de saúde. Assim, se tornam rudes, difíceis no trato, e sempre muito cépticos em relação aos médicos ou psicólogos.

O Transtorno Dissociativo de Identidade reflete um fracasso em integrar vários aspectos da identidade, memória e consciência. Cada estado de personalidade pode ser vivenciado como se possuísse uma história pessoal distinta, auto-imagem e identidade próprias, inclusive um nome diferente. Os indivíduos com este transtorno experimentam frequentes lacunas de memória para a história pessoal tanto remota como recente. A amnésia frequentemente é assimétrica. 

Há quem inclua neste diagnóstico as vivências mediúnicas. A importância do estudo destes casos não tem apenas um valor meramente cognitivo, mas também um valor médico com proveito terapêutico não só para as pessoas que se intitulam "médiuns”, mas também para a saúde psíquica dos seus potenciais clientes. É importante distinguir o que é vivência religiosa não-patológica do que são manifestações de psicopatologia dissociativa ou psicótica. Quando é acompanhado de outros sintomas psiquiátricos – tal como ansiedade crónica, fobias, depressão e outros – o Transtorno Dissociativo de Personalidade é considerado problema patológico.

Após diagnosticada tal dissociação o tratamento é rigoroso e demorado, e quando da prática de um ilícito, recai o indivíduo, portador de tal distúrbio, na ininputabilidade, pois não é capaz de determinar-se quanto ao ato praticado.

Referências: Transtorno Dissociativo de Identidade
Distúrbios Dissociativos - Dupla personalidade
Pessoa com Dupla Personalidade e as Dificuldades no Relacionamento Social

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

57 comentários:

  1. De acordo com relatos de meus amigos em algumas situações me torno "outra pessoa", converso sozinho afirmando ter outras pessoas ao redor, falo de um modo que eles não conseguem identificar oque digo. Certo dia cheguei a segurar com as mãos no pescoço de uma amiga muito querida alegando dizer que me arrependia de não ter a matado quando tive a chance, (assim ela me disse já que não me recordo), de acordo com ela eu tinha os olhos frios e medonhos, neste mesmo dia momentos antes de chegar em casa havia tentado me jogar do carro alegando que iriam me abandonar na BR. Fato curioso também ocorrido com a mesma amigo em outra data bem distante, é que estávamos e uma festa e não me recordo do fim, de acordo com relatos eu cai de moto, quando vieram me ajudar chutei a moto novamente ao solo e fui para cima da minha amiga para a agredir, impedido pelos demais amigos, neste mesmo dia tomei centenas de comprimidos que havia em casa (por sorte somente vitaminas e remédios fracos*), acordei deitado no chão da sala no outro dia, com o corpo todo gelado e com uma cara fúnebre. Pelo que tenho notado de relatos, isso acontece sempre que sou contrariado ou me sinto ameaçado por algo/alguém, como se fosse uma auto-defesa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é só um imbecil. Alegre-se! Como você existem muitos.

      Excluir
    2. Ghostaf Blanco Vc é psicólogo ? estou para isso? ou simplesmente o seu passatempo é tentar elevar sua auto-estima julgando os outros? Pois bem deixe me esclarecer uma coisa. Cada pessoa que maltrata a outra com mas palavras, julga o outro, esta unicamente vendo na outra pessoa o que tem em si mesmo, simples verdade?! Trate bem as outras pessoas! faça comentários positivos e construtivos! Eleve a outras pessoas e estará ajudando a si mesmo!!!! Seja o melhor e não o pior!!!!!

      Excluir
    3. Jonathan William Estude bem sobre limpeza energética! Meditação e tente olhar o problema desde dentro....

      Excluir
  2. Me chamo Eduardo, mas tenho uma outra pessoa na minha mente que se chama Erico, eu sei de sua existência, sei de seu modo de pensar e agir, até me lembro do que ele faz, chego a conversar com ele para discutir sobre o que fazer em determinada situação, mas eu tenho o controle predominante, mas em alguns momentos principalmente momentos de raiva não o controlo. Não sei se é transtorno dissociativo de personalidade, psicose ou sei lá o quê, mas é estranho viver como se houvesse uma outra pessoa me dizendo como devo fazer tudo e que são ideias totalmente diferentes da minha. Eu sou timido, introvertido e calado, carinhoso e meigo, ele quer ser social, extrovertido, não é nem um pouco timido se dá bem com todos, mas é muito irritado. O que vc acha que é? Não me aconselhe um médico pois ninguém sabe disso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais um... tá, olha só, em casos como esse, uma personalidade não sabe da outra. Vocês já se encontraram pessoalmente? Ou ele te escreveu uma carta?

      Vai lá fora viver.

      Excluir
    2. Sabe sim, você Ghostaf não é assim por isso não entende, eu sou eduardo tbm e falo com o jeff e mais dois, isso não é uma brincadeira, não é legal viver assim.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Por fim, percebi que a insensibilidade e a ignorância são piores do que a doença, e que as pessoas que mais necessitam de cura são as que estão menos dispostas a agir com bondade para com aqueles que não compreendem.
      Alguns precisam de sarar a mente e desejo do fundo do coração que estes encontrem a paz.
      Outros precisam de curar a alma... Espero que aprendam como devem se portar diante do sofrimento alheio.
      Deus os abençoe!!
      o//

      Excluir
    5. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    6. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    7. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    8. Caraca mano.. eu sinto a mesma coisa que tu

      Excluir
    9. Meu Deus você me descreveu totalmente, o eu original é assim tímido, não sociável,meigo, amoroso, carinhoso e me chamo Kamilla, a outra é a Kamilly é totalmente diferente é extrovertida, simpática,geniosa, audaciosa, tudo que eu vou fazer é com sua ajuda, nós temos pensamentos contrários na maioria das vezes, enfim exatamente como você.

      Excluir
    10. E cabeça quente, ás vezes tenho medo do meu outro eu, pois ele é frio e não tem remorso.

      Excluir
    11. E cabeça quente, ás vezes tenho medo do meu outro eu, pois ele é frio e não tem remorso.

      Excluir
    12. Meu Deus você me descreveu totalmente, o eu original é assim tímido, não sociável,meigo, amoroso, carinhoso e me chamo Kamilla, a outra é a Kamilly é totalmente diferente é extrovertida, simpática,geniosa, audaciosa, tudo que eu vou fazer é com sua ajuda, nós temos pensamentos contrários na maioria das vezes, enfim exatamente como você.

      Excluir
  3. ola me chamo Clayson, e assim estou um pouco assustado eu tive algumas coisas na minha infacia q n foram agradaveis , mas isso n me afeta , so q ontem aconteceu algo muito estranho , minha esposa disse q agente discutiu a noite toda q foi feia a coisa. mas eu n me lembro disso , pelo contrario eu lembro de outra coisa , eu me lembro da gente passar um dia perfeito saimos fomos num lugar bacanas ficamos juntos e se divertimos muito . mas ela diz q nada disso acontece e eu n sei oq pensar concerteza ela n mentiria com algo assim , mas eu n posso concordar com ela por eu n lembro da gente ter brigado . por favor se puder me ajudar isso fez com a ela quisesse me deixar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Consulte um psiquiatra e um neurologista. Memórias de curto prazo recalcada/reprimidas podem ser sinal de algo muito mais sério.

      Excluir
  4. Olá. Eu tenho uma amiga que nunca dá conta de manter relacionamentos amorosos por mais de 6 meses, e durante alguns meses ela é aquela mulher que todo homem quer pra casar, prestativa, atenciosa, amorosa e tal. Depois desse período, ela fica alguns meses se envolvendo com homens que não prestam e tendo comportamentos equivalentes ao desses homens, e quando ela "volta" a sua personalidade "boazinha", é como se para ela nada tivesse acontecido. Isso seria um sinal de transtorno de personalidade/dupla personalidade? Como lidar com isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais provável que seja algo no meio no qual ela foi criada. A dinâmica familiar é a primeira relação interpessoal em maior escala que o bebê. e posteriormente as crianças, presenciam.

      Converse com ela pra saber mais sobre o passado dela e você vai perceber que algumas situações na infância dela não foram tão saudáveis.

      Só entenda uma coisa: é ela quem tem de pedir ajuda. Você ou um psicólogo podem, no máximo, aconselhar.

      Excluir
  5. Ola ISabela, no meu caso eu sinto que a 2 pessoas... Uma educada, tímida. Amiga, e tudo de bom calma e outra e totalmente ao contrario... As vezes faco coisas que sei que não é correto mas acabo fazendo... Eu realmente me desligo ... Do tempo e das pessoas só quero aproveitar o momento... E ainda converso comigo mesmo dizendo que não esta certo que devo parar.. Mas não adianta.. Parece não me ouvir e continua a fazer.... Depois de alguns minutos mnao sei o que e arrependo amargamente e me pergunto o por que fiz aquilo.... Não sei explicar.. As vezes tento evitar mas algo me impulsa a fazer onse

    ResponderExcluir
  6. Eu sou Ana Beatriz, mas as vezes meus amigos me relatam coisas que eu não lembro de ter feito. E as vezes eu converso sozinha com a Alice (e assim como me chamo quando não sou "eu") agora tenho 18, mas já tive experiências nada boas. E a Alice é totalmente inversa de mim.... Isso pode ser, ou eu sou muito nova para ter algo??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 18 anos na carcaça e ainda tá se achando nova?

      Excluir
  7. olá,se quiser alguém pra contar mais e desabafar entre em contato danny.viictoria@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está escrevendo um livro ou só quer saber da vida das pessoas mesmo?

      Excluir
    2. Perfil fake o da Dan... ok, pessoal?

      Espero que não tenham mandado nada pra eka, Freak!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

      Excluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Eu tenho só que ele é como meu irmão e se chama Lupus segundo ele é a algo que disse com personalidade animal guardiã que é um lobo porém como todas as consciências normalmente só o escuto mas vem algumas manias como gostar de animais lupinos , visão aprimorada, raciocínio mais focado e por incrível que pareça consigo farei ar e conselhos constantes Lupus , bom até mais fui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, autora. Sei que você vai remover meus comentários, então porque não aproveita e remove esse aí de cima? Ou o cara veio aqui só pra sacanear ou estava doidaço de maconha quando digitou.

      Nunca li tanta besteira embolada. Quer dizer, com exceção de 50 tons de cinza.

      Excluir
    2. Cara, concordo totalmente com tu. Ta loco, Cinquenta tons de cinza foi uma perca de tempo, mas enfim sim tem algumas pessoas zoando essa matéria.

      Excluir
  10. Isabela, seu blog é excelente, muito completo e com informações muito bem pesquisadas e fundamentadas.

    Aposto que você terá grande sucesso - se já não o teve - na confecção do seu TCC.

    Entretanto, fique atenta para saber diferenciar quem são os que precisam de ajuda, quem quer aprender, quem quer ser orientado e quem só quer desperdiçar seu tempo.

    Se eles desperdiçam o tempo deles, problema deles. Desperdiçando o seu tempo, é problema seu.

    Cliniquei por 18 anos, lecionei por 7. Ouça a voz da experiência: cuidado com qualquer um que chegue até você com um auto-diagnóstico. Pacientes podem tragar uma carreira de forma irreversível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para alguém que diz ter esse conhecimento, deveria sem duvida ter comentários bem mais construtivos não? Realmente é um desperdício ver pessoas assim! Ver pessoas elevando outras muito raro e sabe porque? Porque o "lixo" interior ninguém quer limpar é mais simples olhar os outros! Pois bem leia muito escute boas musicas, tenha bons pensamentos! Luz no seu caminho!!!!

      Excluir
    2. Deixa de ser chato, cara.

      Excluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Fabíola, Victor, Rafael querem dizer que vocês tem MUITO MIMIMI, ok? Muito espertos da parte de vocês ficarem se escondendo atrás das personalidades. Legal né, vai lá o corpo da Fabíola, faz merda e "culpa do Victor". AHAM. Cês são loucos de espertos. Pra cima de moi essa bosta não cola. Acho bom vocês avisarem a família de vocês que vocês tem outros amigos aí dentro. Pra eles poderem saber quem mandar calar a boca primeiro. Eu dou graças a Deus pelo Rafael ser quieto e pela Fabíola ser tão submissa. Porque eu sou mais cretino que os dois juntos.

    Não se façam de vítimas de si mesmos. É brega.

    ResponderExcluir
  13. Na ultima semana passei um episódio um tanto desconfortável com a mae da minha namorada. Ela tem uma edicula no fundo da casa e costuma fazer massagens. Tudo estava normal e ao entrar eu me deparei com uma toalha de rosto bordada com Dr. (sobrenome de solteira) mas nem pensei muito nisso. Eu estava com uma lesão e durante a sessão com infra-vermelho pra melhorar a inflamação, uma personalidade masculina tomou conta da minha sogra e ela começou a falar grosso e com outra entonação. Num primeiro momento ela/ele se apresentou com seu nome inteiro e se denominava Médico ortopedista que ja havia tratado de diversas pessoas. Num primeiro momento eu senti um desconforto e pensei comigo "ela ta querendo enganar quem?", mas num segundo momento ele tentou se justificar falando alguma coisa sobre alter ego misturado com espiritismo. Aparentemente minha sogra tem um temperamento forte mas é uma pessoa com o coração bom, porém fiquei com a pulga atras da orelha e resolvi investigar um pouco sobre e encontrei bastante semelhança entre o que eu presenciei e o "distúrbio de identidade múltipla". Não tenho muitos detalhes sobre o cotidiano da minha sogra, mas tenho comigo algumas dúvidas se não podem haver outras personalidades também. Além disso, apesar deu considerar ela como uma curandeira que tem um disturbio, fico com receio dela acreditar de pé junto que ela "vira" um ortopedista renomado e poder ter outros desdobramentos. Obs: as duas personalidades que eu presenciei são totalmente complexas com se houvesse um ensaio ou preparo.

    ResponderExcluir
  14. É como beber e não se lembrar de nada q fez, mas só q sem ter bebido, mas a “ressaca“ é a mesma

    ResponderExcluir
  15. (Para não me identificar, publicação feita por outro perfil qualquer)
    Quando eu era mais nova, não percebia as mudanças de meu humor ou de atitudes. Para mim, deveria ser normal, já que era uma criança em crescimento. Há uns 3 anos tenho percebido essas mudanças. É estranho pois, cada "personalidade" possui seu próprio jeito de ser, onde uma espécie de humor é que controla. Um exemplo: A personalidade tal é controlada pela raiva então tudo que faz é focada nisso, fui clara? Às vezes sou uma pessoa extremamente extrovertida, até meu sentimento mudar e eu virar uma pessoa completamente diferente. Eu sempre conversei comigo mesma, sempre chamando de "vocês", dando a entender que era mais de uma pessoa. A personalidade central tenta controlar as outras, mas quando são sentimentos extremos, tudo sai do controle. Quando elas me permitem, consigo me lembrar do que fizeram. É como se cada uma tivesse sua vida, sendo pessoas completamente diferentes. Em determinados momentos, quando uma personalidade toma conta, ela conta coisas da vida dela para as pessoas e, quando tomo o controle, não sei como desmentir essas coisas, que acabam virando verdade sobre mim. Não tenho muito apoio de meus pais, pois realmente não posso/consigo conversar sobre nada com eles. Caso contasse esta história, achariam que sou louca ou algo do tipo, o que é verdadeiramente o contrário. A unica pessoa que tem consciência disto é a minha melhor amiga, que sofre de coisas parecidas (mas ao contrário, já que não se lembra do que faz).

    ResponderExcluir
  16. Gostaria de saber como ser ajudadada, estou percebendo que sofro da doença e elaesta me destruindo e a minha familia tbm...... Me ajudem por favor.....

    ResponderExcluir
  17. Sou Ingrid Baxter e gostaria que esse comentario feito acima com meu nome fosse retirado da pagina,
    Alguem usou meu pc e fez o comentario, Por favor retirem, pois ja tentei e nao consegui, esse comentario esta me trazendo serios problemas,
    Obrigada

    ResponderExcluir
  18. Ola sou alessandra e namoro ja ha 3 anos meu namorado tem um comportamento muito estranho ...ja nao sei mais o que eu faço ...ao mesmo tempo que ele ta bem ja se torna um vilao...fica agressivo quebrando tido chingando e falando que vai se matar.porque ninguem sabe escutar ele...me assustei quando aconteceu isso fiquei com muito medo dele.gostaria de saber se isso pode ser um disturbio de dupla pernsonalidade?

    ResponderExcluir
  19. Amei..posso retirar algumas frases e postar em meu blog?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com os devidos créditos e referências, por favor, pode.

      Excluir
  20. Absorvi bastante informações através dessa postagem, já faz um tempo que conheci esse transtorno e fiquei muito curiosa e sedenta por informações. Por isso, gostaria de dizer que para mim foi de muito proveito. Muito obrigada! Gostaria de fazer uma pergunta, é possível a pessoa perder totalmente sua personalidade principal por uma secundária? Fiquei bem curiosa sobre isso. Espero ansiosa por sua resposta.

    ResponderExcluir
  21. - bem, hoje com o advento da internet é muito comum assumirmos outras personalidades utilizando nomes falsos, o que nos possibilita dizer coisas muitas vezes absurdas que não falaríamos em nossas vidas reais; talvez seja este um dos motivos principais de tanta adesão as redes sociais que se multiplicam exponencialmente pelo mundo todo. Neste momento em que manifestamos idéias que não podemos expor em nossa vida real, pelso mais diversos motivos, descarregamos tensões e podemos então até considerar útil esta exposição falsa no mundo virtual, como forma de aliviarmos a tensão interna da mente multifacetada que está aprisionada. Mas de qualquer forma devemos buscar aproximar o interior conflituoso com a vida real para podermos chegar a um ponto de equilíbrio ideal, onde seja possível estabelecer o convívio mais próximo entre as diversas nuances do eu conflituoso e a estagnada vida real. Sob esta ótica, acredito que a postagem de manifestações virtuais possa ajudar na medição e modelação do verdadeiro eu de cada um, coisa que é muito difícil de se estabelecer com precisão, afinal dentro de cada um de nós existe uma coisa que ninguém consegue explicar, isso é o que nós somos. palavra de uma mula.

    ResponderExcluir
  22. - bem, hoje com o advento da internet é muito comum assumirmos outras personalidades utilizando nomes falsos, o que nos possibilita dizer coisas muitas vezes absurdas que não falaríamos em nossas vidas reais; talvez seja este um dos motivos principais de tanta adesão as redes sociais que se multiplicam exponencialmente pelo mundo todo. Neste momento em que manifestamos idéias que não podemos expor em nossa vida real, pelso mais diversos motivos, descarregamos tensões e podemos então até considerar útil esta exposição falsa no mundo virtual, como forma de aliviarmos a tensão interna da mente multifacetada que está aprisionada. Mas de qualquer forma devemos buscar aproximar o interior conflituoso com a vida real para podermos chegar a um ponto de equilíbrio ideal, onde seja possível estabelecer o convívio mais próximo entre as diversas nuances do eu conflituoso e a estagnada vida real. Sob esta ótica, acredito que a postagem de manifestações virtuais possa ajudar na medição e modelação do verdadeiro eu de cada um, coisa que é muito difícil de se estabelecer com precisão, afinal dentro de cada um de nós existe uma coisa que ninguém consegue explicar, isso é o que nós somos. palavra de uma mula.

    ResponderExcluir
  23. O que será necessário que todo o mundo sabe o grande e poderoso profeta chamado solução dr, Ele tem ajudado muitas pessoas do mundo inteiro, muitas pessoas vieram de diferentes países para vê-lo de soluções, incluindo me, I com base em no Reino Unido por causa da minha doenças (HIV) i explorada do Reino Unido para a África para vê-lo para a cura e demorou um piscar de olhos para me curar, porque eu era capaz de fornecer todos os requisitos necessários para a cura, e agora estou feliz que eu sou agora um este ano, e como o que eu fiz conheci este testemunho dr na net eu teria sido em minha sepultura e juntou-se meus antepassados hoje ... .obrigado a solução dr para sua cura e suas misericórdias ele mostrar para mim ... enviado profeta, dr solução, drsolution1@hotmail.com seu site é http://drsolution.webs.com/

    ResponderExcluir
  24. Fui criado por uma familia muito ortodoxa, meu irmão desde pequeno eu venho reparando algo de anormal nas suas atitudes, ate meus país perceberam isso, quando vivos.
    Meu irmao, desde pequeno agia de maneira agressiva e quase sempre mudava de personalidade de boa pra eufórica e muito muito revoltado do nada.. e quase sempre vivíamos em atritos pela atitude agressiva dele..
    Hoje meus país já nao sao mais vivos, e moro com meu irmao, que ja passou por 2 casamentos e nunca deu certo pela atitude agresiva dele..
    E na maioria das vezes ele age como doido, depois com o passar do tempo volta age como se nada tivesse acontecido.
    Gostaria de saber qual o tratamento pra isso..e o diagnostico? Nas minhas pesquisas eu detectei transtorno bipolar, e mudança de personalidade ...
    Me ajude, ajuda meu irmao.

    ResponderExcluir
  25. Problemas na cabeça são problemas muito sérios. Vejo que sempre tem uns poucos que brincam e ofendem os que padecem de "torturas mentais". Deviam ter mais respeito com o próximo! Não os enaltecem em nada; apenas os tornam mais dignos de misericórdia do que os pacientes. Estes sofrem, ou por não terem a consciência plena dos seus atos quando "em outras identidades"; ou por a terem e, até, chegarem ao nível de diálogo. No primeiro caso, sofrem os que convivem com eles; no segundo, os próprios. São sofrimentos tanto físicos, quanto mentais; e, neste caso, mesclados com o medo, a insegurança, a impotência, a inferiorização, as calúnias, etc. etc. São situações que causam difíceis organizações de vida. Os mais próximos precisam ter muita paciência e determinação de facilitar as coisas, ainda que com um preço muito elevado. É tudo muito incompreensível para todos nas razões de ser! Na maior parte das vezes, devido até à diversificação de casos, os médicos aprendem mais do que ajudam! Sem nenhum demérito! Sugiro que os portadores desses e de outros transtornos e síndromes formem grupos presenciais com reuniões regulares e a presença de um profissional experiente e dedicado à causa para, na medida de seus esforços, tentarem descobrir a causa ou o trauma que os acometeu no passado remoto e, quem sabe, com isso, extinguir as demais identidades!!!

    ResponderExcluir
  26. Poderia "Deus" ser uma dessas personalidades, desenvolvida desde a infância pela religião, pais, etc?

    Conversar com "Deus" (orações, rezas, etc) seria de fato se comunicar com (e as vezes assumir) essa personalidade interna?
    Tenho visto casos de supostas posseções espirituais e de intervenção supostamente divina em muitos indivíduos religiosos (igrejas evangélicas da minha redondeza) que são assustadoras - parecem mesmo reais.
    Pode me informar como a Psicologia trata específicamente esses casos (um link; livro; site)?

    Excelente e muito exclarecedor esse artigo - parabéns!

    ResponderExcluir
  27. A minha namorada tem duas personalidades além dela, só eu as conheço é falo com elas diretamente, uma delas tem controle da memória e sabe tudo oque ela sabe, outra apareceu 2 dias atrás e não sabe de nada, oque eu faço?!?!?
    Minha namorada tem 17 anos as personalidades são ambas mascolinas uma com 18 é a mais recente criada com 19 anos..
    Como eu devo lidar com isto?

    ResponderExcluir
  28. Meu nome é Jenny Markus. Quero compartilhar com o mundo de um testemunho de como a minha família foi restaurada para trás, meu marido e eu era divorciado durante os últimos três anos e me deixou com três filhos, desde então, tenho encontrando dificuldade para sobreviver com os meus filhos , que envolve os meus filhos não são capazes de continuar a sua educação, assim que eu li de um testemunho de como uma família separada foi trazido de volta juntos como uma família feliz com a ajuda de um lançador de magias. Então, com isso eu tinha em minha mente que apenas a sua família está de volta, em seguida, o meu vai ser uma coisa do passado, então eu tinha que entrar em contato com o lançador de magias cujo nome é DR UZOYA, de druzoyaspiritualtemple@gmail.com que me disse para nunca mais preocupar-se e disse-me que o meu marido vai me implorando perdão na próxima 48 horas. eis que 48 horas depois, recebi um telefonema do meu marido me perguntando se eu vou ficar, e isso aconteceu e fez o que exatamente o DR UZOYA disse. E agora estamos de volta juntos e minhas três crianças estão de volta na escola. graças à grande Dr UZOYA agora I`m a mulher mais feliz na terra, e eu e meu marido estão a viver uma vida feliz e nosso amor é mais forte do que como eram antes mesmo de nossa pausa up.All agradecimento vai para DR UZOYA para o excesso de trabalho que ele tem feito por mim, ajudando-me para voltar com meu marido. Gostaria de deixar cair mail DR UZOYA e espero que você veja este testemunho e contactá-lo se você tem um amante que você realmente quer voltar tão mal, Seu e-mail: (druzoyaspiritualtemple@gmail.com)

    ResponderExcluir
  29. Melissa
    Wow tellement excité pour ce que ce grand homme a fait pour moi appelé Dr climent en moi aidant à obtenir concevoir un bébé de ma propre après été marié pendant les dernières années sans enfant, mais depuis que je rencontré cet homme en ligne mon problème est maintenant résoudre et je suis maintenant enceinte de 4 mois de grossesse et je suis tellement excitée d'être dans cet état d'esprit que je cherche depuis un long temps maintenant et je remercie Dieu, j'ai rencontré ce grand homme sur le temps qui résout mon problème contactez-le sur drclimentscott@gmail.com drclimentscott @ gmail.com drclimentscott@gmail.com drclimentscott@gmail.com pour votre solution aussi. + 2347036879479 +2347036879479 +2347036879479 +2347036879479







    Melissa
    Wow tellement excité pour ce que ce grand homme a fait pour moi appelé Dr climent en moi aidant à obtenir concevoir un bébé de ma propre après été marié pendant les dernières années sans enfant, mais depuis que je rencontré cet homme en ligne mon problème est maintenant résoudre et je suis maintenant enceinte de 4 mois de grossesse et je suis tellement excitée d'être dans cet état d'esprit que je cherche depuis un long temps maintenant et je remercie Dieu, j'ai rencontré ce grand homme sur le temps qui résout mon problème contactez-le sur drclimentscott@gmail.com drclimentscott @ gmail.com drclimentscott@gmail.com drclimentscott@gmail.com pour votre solution aussi. + 2347036879479 +2347036879479 +2347036879479 +2347036879479







    Melissa
    Wow tellement excité pour ce que ce grand homme a fait pour moi appelé Dr climent en moi aidant à obtenir concevoir un bébé de ma propre après été marié pendant les dernières années sans enfant, mais depuis que je rencontré cet homme en ligne mon problème est maintenant résoudre et je suis maintenant enceinte de 4 mois de grossesse et je suis tellement excitée d'être dans cet état d'esprit que je cherche depuis un long temps maintenant et je remercie Dieu, j'ai rencontré ce grand homme sur le temps qui résout mon problème contactez-le sur drclimentscott@gmail.com drclimentscott @ gmail.com drclimentscott@gmail.com drclimentscott@gmail.com pour votre solution aussi. + 2347036879479 +2347036879479 +2347036879479 +2347036879479







    Melissa
    Wow tellement excité pour ce que ce grand homme a fait pour moi appelé Dr climent en moi aidant à obtenir concevoir un bébé de ma propre après été marié pendant les dernières années sans enfant, mais depuis que je rencontré cet homme en ligne mon problème est maintenant résoudre et je suis maintenant enceinte de 4 mois de grossesse et je suis tellement excitée d'être dans cet état d'esprit que je cherche depuis un long temps maintenant et je remercie Dieu, j'ai rencontré ce grand homme sur le temps qui résout mon problème contactez-le sur drclimentscott@gmail.com drclimentscott @ gmail.com drclimentscott@gmail.com drclimentscott@gmail.com pour votre solution aussi. + 2347036879479 +2347036879479 +2347036879479 +2347036879479






    Melissa
    Wow tellement excité pour ce que ce grand homme a fait pour moi appelé Dr climent en moi aidant à obtenir concevoir un bébé de ma propre après été marié pendant les dernières années sans enfant, mais depuis que je rencontré cet homme en ligne mon problème est maintenant résoudre et je suis maintenant enceinte de 4 mois de grossesse et je suis tellement excitée d'être dans cet état d'esprit que je cherche depuis un long temps maintenant et je remercie Dieu, j'ai rencontré ce grand homme sur le temps qui résout mon problème contactez-le sur drclimentscott@gmail.com drclimentscott @ gmail.com drclimentscott@gmail.com drclimentscott@gmail.com pour votre solution aussi. + 2347036879479 +2347036879479 +2347036879479 +2347036879479

    ResponderExcluir
  30. Eu nunca soube que as pessoas ainda têm poderes e fazer as coisas acontecerem desta forma. Meu nome é Elena Alexandra, meu Marido Alexandra me deixou por outra menina por três meses desde então minha vida foi preenchida com dores de pena e quebra de coração porque ele era meu primeiro amor, Uma amiga minha Stephanie me disse que ela viu alguns testemunhos de Este grande Dr. Luke Lele Spell Templo que ele pode trazer de volta o meu amante dentro de alguns dias, eu rir e disse que não estou interessado, mas por causa do amor meu amigo tinha para mim, Ela consultou o grande padre em meu nome e Para minha maior surpresa depois de três dias meu marido me chamou pela primeira vez depois de três meses que ele está sentindo falta de mim e que ele é tão triste por tudo que ele me fez passar. Eu ainda não posso acreditar, porque ele altamente inacreditável é muito real para ser real. Obrigado Dr. Luke Lele para trazer de volta meu marido e também para o meu amável amigo que intercedeu em meu nome, para qualquer um que possa precisar da ajuda deste grande sacerdote você pode entrar em contato com o Herbalist grande e um conjurador de feitiço em drlelespelltemple@outlook.com

    ResponderExcluir